“Down em mim”

Imagem

Hoje me lembrei do Cazuza ao pensar em como ando me sentindo: “eu ando tão down…”

Estou desanimada, cansada das pessoas. Sei que sempre tive muita esperança nelas, mas hoje me pego desiludida: será que tem jeito?

Como dizem que querem que o mundo evolua, vá pra frente, se agem e pensam com uma cabeça presa ao passado, a idéias que não cabem mais na verdadeira vontade de harmonia planetária?

Era uma blasfêmia o voto feminino. Hoje veêm o quanto é normal. O negro não podia frequentar nem o mesmo espaço na igreja que o branco. Hoje já se vê o quão ridículo isso era.

Será que não conseguem ver que futuramente vamos (espero que uma maioria crescente), olhar pra trás e ver que nossos tabus e preconceitos não cabem mais? Dizer: não acredito que pensávamos assim!!!”

Gente que releva em prol da paz, que entende que o diferente é normal, que somos todos iguais aos olhos de Deus, que o Amor pode tudo… Precisamos de mais e mais gente assim.

Sabem o que me conforta? Lembro de uma história que ouvi sobre uma experiência feita numa ilha deserta com macacos. Todos descascavam a banana do mesmo jeito. Os pesquisadores ensinaram apenas um macaco a descascar de uma outra forma e, cada vez mais, observaram que os outros macacos, inclusive em outros lugares do mundo, começaram a descascar diferente também. Ou seja, uma cabeça mudando já passa aquela energia nova pra atmosfera terrestre e aos poucos tudo muda. Espero que seja assim…